terça-feira, 9 de janeiro de 2007

- Perspectivas para a Economia Portuguesa: 2007-2008

As perspectivas para a evolução da economia portuguesa no período 2007-2008 apresentadas neste artigo apontam para uma aceleração gradual da actividade económica, num contexto de alguma correcção dos desequilíbrios macroeconómicos internos e de um crescimento moderado dos preços no consumidor. Importa também sublinhar que o início da recuperação da economia em 2006 foi acompanhado de uma efectiva consolidação orçamental que, apesar de ter efeitos temporariamente restritivos, é essencial para melhorar as perspectivas de crescimento económico a médio prazo.

1 comentário:

o próprio disse...

São prespectivas nada animadoras de facto. Mas e dizem os entendidos, que estas perspectivas visam criar nas pessoas uma ideia positiva que as ajude a enfrentar de outra maneira o seu dia a dia.
Contudo, escravos de emprestimos a habitação nomeadamente, nada mais se pode fazer que assistir ao "carregar da mula", e poupar no consumo.
Mas que consumo?
Na alimentação, na saude, no ensino?? Bem, parece que caminhamos a passos largos para um Portugal de Elite que é só para quem pode.

Quase que vejo ao longe, os tempos da sardinha para 4 pessoas, o abandono escolar por insuficiencia de verbas para a despesa associada, a saude remetida para plano longinquo, no seu conjunto, perca agravada de qualidade de vida, ou seja, um recuo em vinte anos de suposto progresso social.