quinta-feira, 10 de maio de 2007

- Nokia Siemens Networks inaugura pólo de inovação

Trata-se de um novo centro de pesquisa mundial que «vem reforçar a aposta da empresa no sector de investigação e desenvolvimento», segundo nota da Nokia Siemens Networks.
Com um investimento a três anos envolvendo cerca de 45 milhões de euros, o novo laboratório dedica-se na totalidade à exportação e numa fase inicial incidirá maioritariamente na implementação de projectos das áreas de Network Management e Comunicação Técnica.
De acordo com a nota da empresa, este novo espaço já conta com cerca de uma centena de engenheiros estando previstas novas contratações.
«Temos responsabilidades no sector de Investigação e Desenvolvimento em Portugal e desempenhamos um papel preponderante na dinamização e cooperação entre o mundo universitário e empresarial. Este Pólo de Inovação é o resultado desse compromisso», refere João Picoito, responsável da Nokia Siemens Networks para o Sudoeste Europeu. [ler +]

A Nokia Siemens Networks Portugal inaugurada esta Segunda-feira, 7 de Maio, no Pólo de Inovação de Aveiro. A cerimónia de inauguração deste novo centro de investigação mundial, instalado numa ala da antiga Fábrica de Moagens de Aveiro cedida pela Universidade de Aveiro, terá início às 16h30 e contará com a presença do Presidente da República, Prof. Cavaco Silva. [ler +]

3 comentários:

Anónimo disse...

este é um grande projecto, e também uma honrada e justa homenagem ao trabalho que a UA realiza nesta área.
Que se siguem outros exemplos. cpr. NSN

Rui Pedro disse...

Já em tempos, se falou que a Nokia só não se mudava para Portugal porque, não tinhamos nem espaço, nem pessoas suficientes para que tal acontecesse, - porque tinhamos uma coisa que sempre interessou à Nokia: um desejo continuo e renovado para trocar de telemovel a toda a hora. Segundo eles, Portugal é um bom pais para se fazer o lançamento de qualquer telemovel, porque é um sucesso garantido.
Neste sentido, foi bom que agora, não a frabrica,ms um polo de desenvolvimento fosse activado em Aveiro. Ficamos agradecidos, a universidade também merece, e Aveiro em si, aconlhe mais um projecto que eleva os padrões de competitividade e inovação que detém no território nacional.
Rui Pedro

cipriano disse...

Grande notícia para a nossa cidade que fortalece o nosso poder empresarial e acadèmico. Que venham mais empresas dessas e que usufruam das mais valias que todo o ano saem da nossa universidade. Só espero que não cortem as pernas a outras que se queiram instalar em Aveiro pois o que é preciso é facilitar a sua implantação... voçes sabem o que estou a falar...